Séries

Natureza Feminina

Direção: Ana Rieper

Descrição: Série documental que apresenta 13 ecossistemas brasileiros através do conhecimento de mulheres que vivem nesses ambientes. Ao abordar a vida dessas mulheres a série fala também sobre a condição feminina em diferentes lugares do Brasil.

Classificação Etária Indicativa: 12 anos

Ano de Produção: 2021

País de Origem: Brasil

Classificação Ancine: 01 - Obra Não Publicitária Brasileira, Constituinte de espaço qualificado e Independente.

Dias/Horários: Quinta às 09h00 / Sexta às 11h00 / Domingo às 13h00 / Segunda às 14h00 / Sábado às 19h30 / Terça às 21h30 / Quarta às 22h00

Detalhes Episódio (03/11/2021 - 04:25) Natureza Feminina RASO DA CATARINA
Duração: 00:27:26
Sinopse: Em Brejo do Burgo, D. Deza é a mãe do Terreiro onde povoam os encantados das matas em terras Pankararé. Com a ajuda de sua nora Patrícia - professora na escola da aldeia - luta para manter viva a cultura e os costumes dos antepassados, preservar o território sagrado e resgatar a "ciência do índio". Por meio da dança do Toré há uma comunicação espiritual dos indígenas com seus ancestrais. No ritual dos Praiás - um personagem mitológico que se encantou, tornando-se um intermediário das forças vitais para a movimentação e a dinâmica ritualística do mundo Pankararé - reforçam elementos simbólicos de sua etnicidade. D. Deza e Patrícia, como todos os pankararé, fazem uso medicinal de plantas encontradas na região árida, como o mastruz, o pau-de-teiú, a quixabeira, aroeira, maria-mole e pau-chumbo. Brejo do Burgo fica nos limites da reserva ambiental do Raso da Catarina e é constantemente ameaçada por grileiros e posseiros. Após décadas de conflito, os Pankararé receberam o reconhecimento em 1982, mas a reserva indígena espera a homologação até hoje.