Séries

13 Canções para Entender o Samba

Direção: Pedro Arantes

Descrição: Cada episódio, uma canção. Cada canção, um período ou estilo. Enquanto faz um sobrevôo pela história do samba, 13 Canções Para Falar de Samba fala sobre música, cultura, identidade, brasilidade, negritude, indústria cultural, disputa de narrativas e outra infinidade de assuntos que o mais brasileiro dos gêneros musicais suscita na cabeça, coração e nos pés de seus ouvintes. Como afinal, contar uma história do samba?

Classificação Etária Indicativa: 12 anos

Ano de Produção: 2018

País de Origem: Brasil

Classificação Ancine: 01 - Obra Não Publicitária Brasileira, Constituinte de espaço qualificado e Independente.

Dias/Horários: Segundas às 21h00 / Terças às 10h30

Detalhes Episódio (11/04/2020) 13 Canções para Entender o Samba Pelo Telefone
Duração: 00:27:02
Sinopse: Rio de Janeiro, início do século XX. Após a lei áurea, a população negra da capital cresce vertiginosamente, e a região portuária da cidade passa a ser conhecida como a Pequena África. Os sambas, festas animadas com muita comida, bebida e música, aconteciam principalmente nas casas das tias baianas, importantes lideranças da comunidade. A casa de Tia Ciata era a mais afamada e rapidamente começou a ser frequentada por pessoas de fora da comunidade, gente branca da elite carioca. Foi lá que nasceu Pelo Telefone, considerado o primeiro samba gravado. Donga fez o registro da música, apesar das criações no terreiro da Tia Ciata serem coletivas. As polêmicas são muitas: existe um autor da canção? Porque essa música foi considerada o primeiro samba? De onde vem o samba? O que passa para a história e o que fica no esquecimento?